Licenciosidades

Qualquer bocadinho acrescenta, disse o rato, e mijou no mar.

"Não é da bondade do homem do talho, do cervejeiro ou do padeiro que podemos esperar o nosso jantar, mas da consideração em que eles têm o seu próprio interesse. Apelamos, não para a sua humanidade, mas para o seu egoísmo, e nunca lhes falamos das nossas necessidades, mas das suas vantagens"

Adam Smith (1776), Riqueza das Nações

quarta-feira, outubro 05, 2005

Perguntas ecológicas

O que é feito das licenças para produção de energia eólica?

Quantas das empresas que obtiveram as licenças efectuaram realmente os investimentos de implantação?

Quais as empresas que venderam essas licenças antes do próprio investimento?

Quanto dinheiro ganharam essas empresas sem realizarem qualquer investimento apenas à custa das licenças garantidas pelo estado português?

Quem gere essas empresas?

em stéreo com o blog liberal-social