Licenciosidades

Qualquer bocadinho acrescenta, disse o rato, e mijou no mar.

"Não é da bondade do homem do talho, do cervejeiro ou do padeiro que podemos esperar o nosso jantar, mas da consideração em que eles têm o seu próprio interesse. Apelamos, não para a sua humanidade, mas para o seu egoísmo, e nunca lhes falamos das nossas necessidades, mas das suas vantagens"

Adam Smith (1776), Riqueza das Nações

terça-feira, novembro 15, 2005

(in) Flexibilidade no mercado de trabalho

De acordo com este relatório do Banco Mundial, Portugal está, em termos de flexibilidade no mercado de trabalho à frente da Espanha, Grécia, Roménia, Congo, Mali, Serra Leoa, Togo, Niger e Burkina Faso. E é só. Num conjunto de 154 países, Portugal é o 145º em termos de flexibilidade laboral.
Ainda no mesmo relatório e no que toca a facilidade de iniciar um novo negócio, Portugal encontra-se no 104º lugar atrás de países como Laos, Uganda, Azerbeijão, Etiópia, Namíbia, Botswana, Malawi, Butão, Ruanda, Bangladesh ou Kiribati. Em termos de garantias de cumprimento de contratos está em 46º logo atrás do Botswana, Azerbeijão e Zâmbia. E as classificações vão por aí fora...
A melhor classificação para Portugal é um honroso 19º lugar na categoria de... facilidade em encerrar empresas...

4 boas festas:

  • Ó Pai, Porque é que ninguém gosta de investir em Portugal ?

    By Blogger Mário Almeida, at terça-feira, novembro 15, 2005 1:18:00 da manhã  

  • Flexibilidade laboral, muito bem, mas flexibilidade para quem, para o empregador, para o empregado, para quem? E que tipo de flexibilidade? Horários de trabalho diferenciados? Alteração do local de trabalho? Das funções contratadas? Se a minha empresa se transferir para Viseu, aumentam-me o ordenado no valor de uma segunda renda de casa mais valor dos transportes mais a compensação por afastamento do lugar onde se encontra a família, já que o meu marido não pode largar a sua empresa em Évora? E creche onde deixar os filhos, as empresas têm?
    Vamos lá ver, a economia liberal, de mercado, a produtividade isso é tudo muito lindo, dourado até,num país com os Estados Unidos, onde um português razoavelmente habilitado e falando a língua, consegue rodear-se de 3 oportunidades de emprego e dar-se ao luxo de seleccionar a mais interessante. Em Portugal, flexibilidade de emprego significa sabes o quê para quem trabalha, não sabes, Karloos?

    By Blogger Isabela, at terça-feira, novembro 15, 2005 2:52:00 da manhã  

  • Flexibilidade laboral é vista no relatório enquanto a facilidade de contratar/despedir trabalhadores. Essa é fundamental para manter um nível aceitável de desemprego nomeadamente aquele mais grave e que predomina em Portugal: o desemprego de longa duração. Sabes porquê que uma pessoa que se encontre desempregado aos 50 anos dificilmente encontrará emprego e acaba por viver o resto da vida sem trabalhar, vivendo de subsidios e sofrendo das respectivas maleitas psicológicas? Porque provavelmente só fez uma coisa na vida, nunca esteve desempregado antes, não tem capacidade de adaptação, aprendeu a fazer nós em tapetes aos 15 anos e, graças a uma legislação marxista, nunca mais teve de aprender nada na vida. Até o dia em que se torna tarde demais...
    Em relação à flexibilidade de que falas só é pretendida para uma certa classe profissional (as mulheres-a-dias em Viseu são o mesmo que as de Évora), classe essa que receberá o suficiente para que a despesa de creche e renda não sejam de tal forma relevantes. Mas isso não é um problema relevante uma vez que em Portugal 95% dos empregos ficam a menos de 15 minutos duma saída da A1.

    By Blogger CGP, at terça-feira, novembro 15, 2005 9:29:00 da manhã  

  • Só para acrescentar, q por mto q custe, para Portugal se modernizar e inovar existe um desemprego necessário! O mesmo aconteceu com a vizinha Espanha...
    O tal homenzinho de 50 anos dificilmente vai aprender a usar um computador e o ofício que sempre fez deixa de ter procura... O importante é que os governos saibam controlar este desemprego necessário.

    By Blogger D. S., at terça-feira, novembro 15, 2005 7:52:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home