Licenciosidades

Qualquer bocadinho acrescenta, disse o rato, e mijou no mar.

"Não é da bondade do homem do talho, do cervejeiro ou do padeiro que podemos esperar o nosso jantar, mas da consideração em que eles têm o seu próprio interesse. Apelamos, não para a sua humanidade, mas para o seu egoísmo, e nunca lhes falamos das nossas necessidades, mas das suas vantagens"

Adam Smith (1776), Riqueza das Nações

quinta-feira, novembro 17, 2005

Mais um fim-de-semana prolongado

A bem da educação.

8 boas festas:

  • Eh pá, mas por que é que insistes em provocar-me?! Tu tens conhecimento do terreno? Sabes o que se passa lá dentro? Não sabes, falas de fora!! Este, por acaso, é um assunto sobre o qual há muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito, muito , muito a dizer.

    By Blogger Isabela, at quinta-feira, novembro 17, 2005 9:57:00 da tarde  

  • :)

    By Blogger CGP, at quinta-feira, novembro 17, 2005 10:10:00 da tarde  

  • Ri-te, ri-te...

    By Blogger Isabela, at quinta-feira, novembro 17, 2005 10:56:00 da tarde  

  • Aquele sorriso tinha um enorme comentário atrás. Decidi apagá-lo senão o teu próximo comentário ia incluir expressões como "horário não lectivo", "falta de condições", "esgotamento nervoso", "alunos violentos", entre outras. E eu responderia com expressões como "sindicalistas profissionais que vivem da confusão que gerem", "férias longas", "igualdade de direitos", "ensino privado", entre outras. E disso já falamos há uns tempos atrás e, aparentemente, nenhum de nós mudou de opinião.

    By Blogger CGP, at quinta-feira, novembro 17, 2005 11:02:00 da tarde  

  • O meu ri-te, ri-te também tem um longo comentário atrás. 20 anos de comentário!
    Ahm tens férias longas?! Não, não ia falar-te sobre isso! Se as tens é porque, certamente, tens direito a elas, merece-las.

    By Blogger Isabela, at sexta-feira, novembro 18, 2005 2:03:00 da manhã  

  • Embora eu partilhe muita da minha opinião com o karloos, queria deixar aqui um comentário que me disseram em tempos, a propósito das férias dos professores, e que me deixou a pensar:
    "As férias são para os alunos, eles merecem-nas No entanto, o instrumento de trabalho dos professores são os alunos. Como é que é possível trabalhar sem instrumento? Como é que a costureira cose sem tecido?"
    Isabela tem cuidado quando dizes que os professores merecem as férias... Merecem sim, mas muita gente tb merece e n tem. Além disso muitas vezes com o agravante de não receber o ordenado no dia certo de cada mês...
    Acho o ponto de vista do aluno-instrumento que acabei de referir mais plausível.

    By Blogger D. S., at sexta-feira, novembro 18, 2005 2:51:00 da tarde  

  • Diana, não brinques com o fogo :D

    By Blogger CGP, at sexta-feira, novembro 18, 2005 3:13:00 da tarde  

  • Supostamente os professores não deviam ter as mesmas férias que os alunos têm. Isso do aluno-instrumento não é assim tão plausível uma vez que é necessário fazer reuniões, dar notas, fazer horários, turmas... e, eventualmente, aulas/actividades de verão...
    O que é verdade é que a forma como as coisas estão feitas é sempre possível não fazer nada disto (ou quase nada).

    No entanto, penso que o fundamental deste post é a escolha do dia para esta greve e manifestação. Todos o fazem mas já era tempo de alguém ter consciência que isto é desprestigiante para todos os professores.

    Vá lá! Não escolheram uma das duas primeiras sextas de Dezembro. (Não fosse haver tolerância de ponto...)

    Por acaso não vi notícias sobre a manifestação... É claro que há sempre quem vai. Mas se há tantos e tão descontentes deve ter havido uma afluência enorme...

    By Blogger de Sousa, at sexta-feira, novembro 18, 2005 11:01:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home