Licenciosidades

Qualquer bocadinho acrescenta, disse o rato, e mijou no mar.

"Não é da bondade do homem do talho, do cervejeiro ou do padeiro que podemos esperar o nosso jantar, mas da consideração em que eles têm o seu próprio interesse. Apelamos, não para a sua humanidade, mas para o seu egoísmo, e nunca lhes falamos das nossas necessidades, mas das suas vantagens"

Adam Smith (1776), Riqueza das Nações

sexta-feira, novembro 04, 2005

Questões de consciência (post confessional)

Deverei eu aproveitar esta onda de visitas extra causadas pelo link no Blasfémias para escrever um post opondo-me às críticas do mesmo blog ao multi-culturalismo?
Será esta a altura indicada para falar dos orgasmos mentais que alguns autores de blogs de direita, que se dizem liberais, tiveram na sequência dos confrontos de Paris?
Ou será melhor deixar passar o fim-de-semana e escrever para os clientes habituais?

35 boas festas:

Enviar um comentário

<< Home