Licenciosidades

Qualquer bocadinho acrescenta, disse o rato, e mijou no mar.

"Não é da bondade do homem do talho, do cervejeiro ou do padeiro que podemos esperar o nosso jantar, mas da consideração em que eles têm o seu próprio interesse. Apelamos, não para a sua humanidade, mas para o seu egoísmo, e nunca lhes falamos das nossas necessidades, mas das suas vantagens"

Adam Smith (1776), Riqueza das Nações

segunda-feira, dezembro 19, 2005

Ela- Acreditas no destino?
Ele- ... (%$#&)

3 boas festas:

  • O vosso problema é esse...
    A pergunta é legítima. Como proceder? Se acreditas afirma-lo e justificas. Se não acreditas, afirma-lo e justificas. Se aconversa continuar, há duas hipóteses,concordar ou contra-argumentar. É assim que as pessoas se relacionam umas com as outras, falando...
    Vocês têm sérios problemas com a expressão verbal, muito sérios mesmo!

    By Blogger Isabela, at terça-feira, dezembro 20, 2005 2:14:00 da manhã  

  • A pergunta "acreditas no destino?" é o correspondente feminino a "Tens uns olhos tão bonitos, nunca te tinha visto por aqui?"

    By Blogger CGP, at terça-feira, dezembro 20, 2005 9:49:00 da manhã  

  • Eu, sinceramente, sinceramente, pergunto-me: que idade é que tu tens, onde é que tu vives, quem és tu, para onde vais e o que fazes aqui?????
    Mas desde quando é que uma mulher, nos dias de hoje, mete conversa dessa forma?! Uma mulher que quer meter conversa chega-se ao pé do rapaz, e diz-lhe, muito simplesmente, "Olá, sou a Isabela e está-me mesmo a apetecer meter conversa contigo!"

    By Blogger Isabela, at quarta-feira, dezembro 21, 2005 1:08:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home