Licenciosidades

Qualquer bocadinho acrescenta, disse o rato, e mijou no mar.

"Não é da bondade do homem do talho, do cervejeiro ou do padeiro que podemos esperar o nosso jantar, mas da consideração em que eles têm o seu próprio interesse. Apelamos, não para a sua humanidade, mas para o seu egoísmo, e nunca lhes falamos das nossas necessidades, mas das suas vantagens"

Adam Smith (1776), Riqueza das Nações

sábado, dezembro 03, 2005

Olhando um sistema do qual nada percebo, distingo duas características, à direita e à esquerda. A primeira é o cinismo, a segunda a ingenuidade. Na conjugação da raiz de cada uma, há outro vector. Seta cravada na bissectriz entre ambas, é uma ferida aberta que já não sangra, amálgama do reconhecimento profundo e desencantado da realidade e de um voluntarismo na aproximação à utopia. Uma forma doída de felicidade, tocada pela melancolia.Talvez o caminho da lucidez.


Cecília R. no Sociedade Anónima

3 boas festas:

  • Sim, a Cecília sabe umas coisas.

    Uma das coisas que me agradva no teu template anterior era que era quentinho e sabia bem aor no Inverno. Credo, niso agora parece o Hotel do Gelo, na Lapónia. Isto de eu dizer hotel, nem sei bem a que propósito vem, mas deve ser por se passar por cá um bocado, de vez em quando! :)

    By Blogger Isabela, at sábado, dezembro 03, 2005 1:10:00 da tarde  

  • Sempre achei o amrelo de tremendo mau gosto. Usei-o mais para verificar quem eram os verdadeiros fans, aqueles que, apesar do template, insistiam em visitar-me o blog.

    By Blogger CGP, at sábado, dezembro 03, 2005 11:19:00 da tarde  

  • Eu adoro amarelo, é a cor que melhor vai com os meus olhos e a minha cor de pele e o meu cabelo, e tenho imensas camisolas de inverno... e detesto este template e já nunca mais cá venho nem sou fã.

    By Blogger Isabela, at domingo, dezembro 04, 2005 5:02:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home