Licenciosidades

Qualquer bocadinho acrescenta, disse o rato, e mijou no mar.

"Não é da bondade do homem do talho, do cervejeiro ou do padeiro que podemos esperar o nosso jantar, mas da consideração em que eles têm o seu próprio interesse. Apelamos, não para a sua humanidade, mas para o seu egoísmo, e nunca lhes falamos das nossas necessidades, mas das suas vantagens"

Adam Smith (1776), Riqueza das Nações

segunda-feira, janeiro 16, 2006

Com dedicatória

Escrevi este post em 26 de Septembro, pouco depois da apresentação da candidatura de Manuel Alegre. Continuando muito actual, irei repô-lo dedicando-o a todos aqueles que se dizem de direita e afirmam votar Alegre só para derrotar Soares:

Assisto com alguma estupefacção à alegria de alguns bloggers de direita com a apresentação da candidatura de Manuel Alegre. Confesso que, sendo de centro-direita, me deu algum gozo assistir às desavenças no PS na questão das presidenciais. Não gostando da atitude do Dr. Mário Soares, agora e no seu tempo de presidente da república, dar-me-ia um gozo sádico vê-lo afastado da 2ª volta das presidenciais. Mas nesta questão temos de ser lúcidos: Mário Soares está muito mais próximo do posicionamento político da direita do que Manuel Alegre. Manuel Alegre é um candidato mais próximo do PCP do que do centro, alguém que poderia ser muito interventivo defendendo políticas de esquerda ao contrário de Mário Soares que já não terá energia ou vontade para intervir demasiado e, mesmo essa intervenção, não seria tão radicalmente à esquerda como a de Manuel Alegre. Mesmo em termos estratégicos a candidatura de Manuel Alegre é muito prejudicial à direita. Cavaco está neste momento no seu auge nas sondagens. Não sendo um bom político de campanhas eleitorais, Cavaco irá perder votos assim que começar a falar (ou a comer bolo-rei) e não tem espaço nenhum para crescer à direita (onde já cobrirá a esmagadora maioria do eleitorado). A única hipótese de crescer seria à esquerda com os insatisfeitos com a candidatura de Mário Soares. Com a candidatura de Manuel Alegre esse nicho está tomado. A candidatura de Manuel Alegre irá ainda roubar votos à abstenção que, como se sabe, tende a beneficiar candidatos que querem ganhar à primeira volta como é o caso de Cavaco.
Na eventualidade de haver uma segunda volta, a candidatura de Manuel Alegre constitui um perigo muito maior que a de Mário Soares. Se houver uma segunda volta, isso quererá dizer que a esquerda teve a maioria dos votos na primeira volta. E aí surgem dois cenários. O mais plausível, de momento, será o de uma segunda volta Cavaco-Soares em que Cavaco mesmo não ganhando muitos votos à esquerdade Soares irá beneficiar da passagem de votos da esquerda para a abstenção (não me parece que estejamos ainda em tempo de engolir sapos) e muito, muito, provavelmente ganhar. Já no cenário cada vez mais plausível, e acredito que com a campanha se torne mais e mais, de Manuel Alegre passar à 2ª volta o cerco já se aperta para Cavaco. Manuel Alegre une mais a esquerda (mesmo a que vota em Soares) do que o próprio Soares. Cavaco, sem terreno para crescer, nem podendo beneficiar da abstenção iria muito provavelmente perder. E, de repente, aquilo que parecia um passeio para a direita tornar-se-ia num pesadelo de 5, ou 10, anos.

Publicado aqui em 26 de Septembro de 2005

1 boas festas:

  • Parece-me que esta análise parte de várias premissas erradas.
    Destacarei, apenas, uma delas: "é mais fácil um eleitor de Soares votar Alegre na segunda volta que o contrário".
    Neste momento aquilo que o PS mais deseja é uma vitória de Cavaco à primeira volta... nada mais desagradaria à máquina socialista que ter de se mobilizar para apoiar Alegre.
    Diziam-me, outro dia: "esse gajo, que nem para secretário-geral prestou, vai, agora candidatar-se a presidente da república..."
    Do ponto de vista da direita Alegre será sempre um melhor candidato (para perder) que Soares.
    Não acredito numa segunda volta.
    Acredito em Alegre e na capacidade que teve mobilizar alguns descontentes com as "politiquices".

    By Blogger pedro oliveira, at segunda-feira, janeiro 16, 2006 10:26:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home