Licenciosidades

Qualquer bocadinho acrescenta, disse o rato, e mijou no mar.

"Não é da bondade do homem do talho, do cervejeiro ou do padeiro que podemos esperar o nosso jantar, mas da consideração em que eles têm o seu próprio interesse. Apelamos, não para a sua humanidade, mas para o seu egoísmo, e nunca lhes falamos das nossas necessidades, mas das suas vantagens"

Adam Smith (1776), Riqueza das Nações

domingo, janeiro 01, 2006

Revolução laranja

A Ucrânia denunciou que a Rússia reduziu hoje o bombeamento de gás destinado à Europa, poucas horas depois que a corporação estatal russa Gazprom cortou o fornecimento à Ucrânia por falta de acordo sobre os novos "preços de mercado". A companhia nacional ucraniana Naftogaz disse que a Rússia não só cortou as provisões em um dos dois gasodutos destinados para a Ucrânia e os reduziu no segundo, mas, além disso, diminuiu o fornecimento nos três gasodutos de passagem rumo à Europa. (...)
A Rússia cumpriu hoje sua ameaça e começou a cortar o fornecimento de gás natural à Ucrânia, depois que Kiev rejeitou definitivamente o novo preço do carburante russo, que quase quintuplica o anterior. A Gazprom anunciou que a ucraniana Naftogaz "rejeitou oficialmente" a última oferta russa, que propunha uma moratória de três meses para os novos "preços de mercado".

Fonte: Estadão